Para Cá do Marão Embalagens Não: Vila Real divulga localização dos bebedouros

Finalizado o período de auscultação à população sobre a localização dos bebedouros do projeto Para Cá do Marão Embalagens Não, o Município de Vila Real deu a conhecer os cinco locais onde estes ficarão instalados, na sequência da votação que decorreu até ao dia 22 de fevereiro.

Das 537 participações recebidas, 32% espera ter um bebedouro na Praça Nossa Senhora da Conceição, 29% tem preferência pelo Centro de Ciência de Vila Real, 16% escolheram a Avenida Carvalho Araújo, 11% dos participantes referiram a Alameda de Grasse e 7% a Ciclovia. Foram ainda sugeridos outros locais, como a Estação, o Jardim da Carreira, os Passadiços, a Vila Velha, todos estes com percentagens abaixo dos 5%. Refira-se que alguns destes espaços já possuem bebedouros, pelo que a autarquia irá proceder à sua georreferenciação e verificação do estado de conservação dos mesmos, com vista a dar conhecimento da sua localização, estimulando assim o seu uso, com a pretensão de redução da produção de embalagens de plástico evitando-se assim os impactos ambientais na extração das matérias-primas necessárias para a produção.

Sendo assim, a localização dos cinco bebedouros a instalar nesta fase será: Praça Nossa Senhora da Conceição, Centro de Ciência de Vila Real, Avenida Carvalho Araújo, Alameda de Grasse e na Ciclovia. Os bebedouros serão desenvolvidos com plástico 100% reciclado e preparados para serem usados não só por adultos, crianças e pessoas com mobilidade reduzida, como também por animais de estimação. A cada bebedouro será associado um sistema de medição (Smart meter) para contabilizar a quantidade de água fornecida por cada equipamento, servindo como indicador real e mensurável da redução dos resíduos de embalagens.

Com esta iniciativa, o Município de Vila Real pretendeu envolver a comunidade local no desenvolvimento deste projeto através do qual pretende promover a Economia Circular no setor das embalagens de bebidas de plástico e latas, assente na política dos 5 R´s – repensar, reduzir, reutilizar, reciclar e recusar. Este projeto é financiado pela Islândia, Liechtenstein e Noruega, através dos EEA Grants e pela Secretaria Geral do Ambiente.

Menu