Peso da Régua: Casa do Cantoneiro será transformada em centro interpretativo e albergue


O turismo é uma das áreas mais afetadas pelas regras impostas no contexto da pandemia COVID-19. A autarquia do Peso da Régua considera o Douro uma das áreas estratégicas para o desenvolvimento sustentado do território, sendo, por isso, essencial a criação de condições que alavanquem a recuperação do turismo.

Nesta perspetiva, está em curso a obra de recuperação da antiga Casa do Cantoneiro, na Ponte Metálica, na cidade reguense, para instalação de um Centro Interpretativo e de um albergue, que funcionará no âmbito do Caminho de Santiago.

Esta intervenção permitirá dotar o edifício de condições capazes de assegurar uma experiência turística inclusiva para pessoas portadoras de necessidades especiais ao nível da visão, da audição e motoras.

Na parte inferior do edifício serão instalados sanitários públicos, em substituição dos que funcionam atualmente no largo 25 de abril, potenciando, dessa forma, a vocação desse largo para cerimónias, conferindo-lhe maior dignidade.

“É imperativo que o concelho da Régua e o Douro se afirmem pelas especificidades do território, mas também como destino onde todos terão oportunidade para contactar e conhecer a realidade que nos motiva a continuar a trabalhar em prol da segurança de todos”, informou a autarquia.

Menu