Peso da Régua: empreendimento turístico reconverte zona degradada da Milnorte

José Manuel Gonçalves, Presidente da Câmara Municipal do Peso da Régua apresentou à Assembleia Municipal a proposta do Plano de Pormenor de Reabilitação Urbana do Espaço de Vocação Turística da Milnorte.

Este empreendimento surgirá num espaço classificado no âmbito do Plano de Ordenamento das Albufeiras da Régua e Carrapatelo e permitirá a reabilitação da zona industrial degradada adjacente à Barragem de Bagaúste, numa abordagem integrada e sustentável das potencialidades e limitações do meio onde irá surgir.

Na linha do rio Douro, com um conceito turístico inovador na região, corresponderá a um investimento na ordem dos 60 milhões de euros. O mesmo privilegiará a relação com o rio e os socalcos, uma paisagem única no Mundo, que acrescentará valor ao projeto.

O empreendimento contemplará 38 residências, um hotel, com 60 quartos, um restaurante e um fluvina, numa área total correspondente a cerca de 25 mil metros quadrados.

Este investimento permitirá reforçar a oferta hoteleira em Peso da Régua e no Douro, com uma proposta diferenciadora, de qualidade elevada, que se traduzirá no aumento do número de turistas. Por conseguinte, beneficiará o aumento da criação de emprego.

Nesta altura, estão concluídas reuniões oficiosas com as Infraestruturas de Portugal, com a Direção-Regional de Cultura do Norte, com a Agência Portuguesa do Ambiente e com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte, com o objetivo de serem identificados constrangimentos ao avanço da obra. Destas reuniões resultou o consenso. A proposta do Plano de Pormenor de Reabilitação Urbana do Espaço de Vocação Turística da Milnorte vai agora ser apresentada oficialmente às entidades referidas.

A Assembleia Municipal do Peso da Régua irá apreciar e votar a proposta do Plano de Pormenor.

Menu