Primeira Edição do programa “Jovem Autarca”

Na passada segunda-feira, a Câmara Municipal de Vila Real apresentou a proposta vencedora da primeira edição do programa “Jovem Autarca”. Um programa que teve como objetivo levar os jovens a intervir em questões de cidadania, sensibilizando-os relativamente a questões de poder local no âmbito das atribuições e competências da administração local e do funcionamento dos respetivos órgãos, criando, assim, um elo de ligação entre os jovens e a autarquia.

A resposta a este programa foi positiva, pois foram apresentadas cinco propostas por diferentes jovens: a de Bernardo Félix, de 15 anos, centrava-se na fomentação do empreendedorismo ligado à agricultura, na maior divulgação da cidade de Vila Real enquanto capital do azevinho e na criação de uma ciclovia; Tomás Braga, na sua proposta, quis representar os interesses de todos os jovens e apresentou um trajeto possível para a ciclovia, propondo, também, incentivos para as pessoas a utilizarem; Tânia Gabriel, também ela de 15 anos, pretendia desenvolver vários projetos para a realização de atividades desportivas em contacto com a natureza, não se esquecendo dos jovens com problemas de locomoção; Rui Dinis, por seu lado, propunha uma educação fundamental para todos através da requalificação das escolas e da valorização do recurso às mesmas;

Um vencedor preocupado com a educação e o turismo

Por fim, o mais importante foi a proposta vencedora de Bruno Espirito Santo que se centra nas vertentes da educação e do social.  Na educação, propõe a criação de novos estágios ocupacionais, de parcerias entre as escolas e a criação de clubes desportivos nas escolas. “Ultimamente, temos sempre tido os mesmos estágios, o que os torna um pouco repetitivos e, para nós ‘jovens mais adultos’ tornam-se mais infantis e, por causa disso, já não temos aquele incentivo de ir”, adiantou o vencedor.

CR

Notícia completa na edição nº 649, já nas bancas.

Menu