Processo de migração da TDT no Douro arranca a 30 de setembro

O processo de mudança da televisão digital terrestre (TDT) na área da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Douro arranca a 30 de setembro com a dessintonia do emissor de Resende, que serve parte de Mesão Frio e Lamego.

A data prevista para a conclusão do processo é 15 de outubro com a ressintonia do emissor de Santa Marta de Penaguião.

No país, o processo de migração da rede TDT teve início a 7 de fevereiro, foi suspenso a 13 de março devido à pandemia da Covid-19 e foi retomado a 12 de agosto.

Esta alteração na rede é necessária para a libertação da faixa de frequências (700 MHz) atualmente utilizada pela TDT e, deste modo, permitir dar início à implementação do 5G em Portugal.

A CIM Douro abrange os concelhos de Alijó, Armamar, Carrazeda de Ansiães, Freixo de Espada à Cinta, Lamego, Mesão Frio, Moimenta da Beira, Murça, Penedono, Peso da Régua, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, São João da Pesqueira, Sernancelhe, Tabuaço, Tarouca, Torre de Moncorvo, Vila Nova de Foz Côa e Vila Real, onde residem cerca de 200 mil habitantes.

Menu