Programa de Rastreio do Cancro da Mama retomado na região norte

Segundo a Delegação de Vila Real da Liga Portuguesa Contra, nos últimos nove meses, mais de 100.000 mulheres estiveram privadas de fazer o rastreio do cancro da mama, por falta de renovação do protocolo com a ARS Norte.

Felizmente, passado esse tempo, o Programa de Rastreio do Cancro da Mama desenvolvido pelo Núcleo Regional do Norte, foi retomado na região norte.

As Mulheres estão a ser convocadas para comparecer na Unidade de Rastreio Móvel, localizada no Posto de Saúde de Mateus até finais de Março. “Cumprindo as condições de segurança e higiene impostas pela Direção Geral da Saúde (DGS), vamos tentar efetuar 50 rastreios por dia e, assim, recuperar o atraso”, pode ler-se numa publicação nas redes sociais da delegação vila-realense, em que convida todas aquelas a quem não chegou a convocatória, com interesse em efectuar o rastreio, a fazê-lo através deste link.

Menu