PS defende que Governo deve continuar a apresentar medidas adaptadas a cada setor do mundo rural

O deputado do Partido Socialista Francisco Rocha alertou na passada semana para a necessidade de se adotar medidas adequadas a cada setor e região na área da agricultura numa altura em que nos debatemos com uma pandemia de Covid-19, e manifestou o total apoio a resoluções que simplifiquem processos administrativos, deixando um apelo ao consumo de produtos nacionais.

Francisco Rocha, que sublinhou que todas as medidas até agora tomadas pelo Governo “são fruto de uma articulação intensa entre áreas governativas”, defendeu que o Executivo deve manter e aprofundar “os canais de diálogo, de negociação e de construção de soluções com as associações representativas de cada setor” do mundo rural.

“Sabemos que cada um dos setores não são iguais e que dentro de cada setor também existem diferenças”, frisou. “Por isso, é imperioso resistirmos à tentação de tratar tudo por igual, não reconhecendo que a diferença e a especificidade de cada fileira, de cada setor, de cada mercado e de cada região exigem medidas e políticas diferenciadas em grau, escala e valor”, asseverou o socialista durante a audição da ministra da Agricultura, Maria do Céu Albuquerque, na Comissão de Agricultura e Mar.

Esta crise pandémica, “que vai deixar marcas profundas e duradouras” em todas as áreas, incluindo a agricultura, “que vai exigir estratégia, determinação e tempo para a conseguirmos ultrapassar”, pode ser aproveitada para “construir um novo contrato, uma nova aliança entre a produção nacional e grande distribuição, corrigindo o mais possível assimetrias crónicas entre produção e distribuição”, avisou Francisco Rocha.

Sobre a revisão do Código dos Contratos Públicos em curso, o parlamentar do PS apelou ao empenho da tutela “para que possam ser valorizados, de forma mais intensa, os produtores locais e as cadeias curtas de distribuição”.

O socialista alertou ainda para a importância de se reforçar “o nosso poder negocial junto da Comissão Europeia”.

Em nome do Grupo Parlamentar do PS, Francisco Rocha expressou o “apoio total a todas as medidas que visem simplificar processos administrativos, antecipar pagamentos, dar liquidez ao setor, dar sustentabilidade e previsibilidade à produção e aos mercados”.

O parlamentar socialista aproveitou a sua intervenção para dirigir uma “palavra de profunda gratidão e reconhecimento a todos os heróis anónimos do setor agrário português, que neste contexto de pandemia têm sido um dos principais pilares da nossa sobrevivência enquanto povo e enquanto país”, e incentivou à compra e ao consumo de produtos nacionais para “alimentar quem nos alimenta”.

Menu