PSD Mondim de Basto defende a valorização dos recursos florestais

No passado dia 21 de março, o PSD Mondim de Basto assinalou o Dia Mundial da Árvore e o Dia Internacional das Florestas com a plantação simbólica de algumas árvores na floresta do concelho.

Para Bruno Ferreira, presidente do PSD Mondim de Basto, “uma gestão correta dos espaços florestais implica a definição de uma política de planeamento adequada, visando a valorização, a proteção e a gestão sustentável dos recursos florestais.”

Recorde-se que, entre 2009 e 2019, arderam, no concelho de Mondim de Basto, mais de 5300 há de povoamentos florestais e matos, o que evidencia a importância da implementação de políticas de gestão florestal.

Em outubro de 2020, no âmbito da discussão do Orçamento Municipal para 2021, o PSD Mondim de Basto apresentou uma proposta ao município para promover a elaboração e implementação de um Plano de Gestão Florestal específico para o Monte da Senhora da Graça. “Uma necessidade evidenciada e reforçada após o incêndio do verão passado”, sublinha Bruno Ferreira.

“Até ao momento, não se vislumbra qualquer intervenção integrada para a gestão florestal do Monte da Senhora da Graça”, lamenta o presidente do PSD Mondim de Basto.

De referir que o concelho de Mondim de Basto tem uma extensão territorial de 172,08 km², com uma ocupação do solo predominante de floresta de 60%, cerca de 10.393,76ha. Pela área que ocupa no território, mas também pelo potencial económico, social e ambiental que representa, a floresta deve ser considerada como uma área prioritária na gestão autárquica, segundo Bruno Ferreira.

Menu