Rali Município de Mesão Frio: motores voltaram a ouvir-se no Douro

Mesão Frio foi palco para a reabertura do Campeonato Norte de Ralis, no passado fim de semana, numa organização conjunta da Câmara Municipal de Mesão Frio e do Clube Automóvel da Régua. Os dias 15 e 16 de agosto ficaram marcados por fortes emoções, não só do público, como das equipas, com o regresso das provas do campeonato norte à estrada. A 9.ª edição do Rali Município de Mesão Frio contou com oito Provas Especiais, numa extensão total de aproximadamente 60 kms.

O presidente da Câmara Municipal de Mesão Frio e piloto Alberto Pereira, em dupla com Adriano Pereira, ao volante do Mitsubishi Lancer Evo VII, saíram vencedores da 1.ª Prova Especial, em Mesão Frio – Santo André. No dia seguinte, voltaram a ter uma prestação brilhante, pulverizando os tempos entre o CNR na 1.ª e na 2.ª PE, assumindo a liderança até à 3.ª PE (Vila Marim / Cidadelhe 1), na qual sofreram um acidente que os forçou a desistir. Na 1.ª Prova Especial, João Barros e Jorge Henriques (Citroen C3 R5) foram os mais rápidos do pelotão, com 3:01,0, liderando o Grupo X.

À imagem do ano anterior, a dupla João Barros e Jorge Henriques voltou a ser a mais rápida no grupo X5. Pedro Almeida / Hugo Magalhães, ao volante do Peugeot 208 Rallye 4, venceu a geral no CNR.

No que diz respeito ao 3.º Desafio Kumho, prova a contar para os Desafios Norte, Centro e Asfalto, destaque para as vitórias de Hélder Miranda / Rui Teixeira (Seat Ibiza) na Divisão 2 e de Gaspar Pinto / Bernardo Gusmão (Mitsubishi Lancer Evo IX) na Divisão 1.

Joaquim Amândio dos Santos, reconhecido comunicador desportivo a nível nacional e experiente speaker nas lides dos ralis, esteve a apresentar o evento, que contou, também, com a cobertura jornalística da VMotores, portal online especializado em desportos motorizados.

Este ano, a fasquia do Rali Município de Mesão Frio esteve mais elevada do que nunca, tendo envolvido perto de oito dezenas de equipas inscritas, que fizeram frente às desafiantes classificativas. A espetacularidade do evento atingiu o seu apogeu, na presença do copioso público que, apesar da situação pandémica que vivemos, saiu à rua para aplaudir o espetáculo, tendo cumprido com as diretrizes emanadas pela DGS e divulgadas pela município junto às zonas propensas a aglomerados de público.

As fotografias das máquinas, nos cenários idílicos de Mesão Frio – Porta do Douro, já correm mundo. Está dado o salto para que, hipoteticamente, no próximo ano, o Rali Município de Mesão Frio possa vir a integrar o calendário das competições nacionais da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK).

O evento contou com o apoio das Juntas de Freguesia do Concelho e da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Mesão Frio.

Menu