Rancho da Tentação: um rancho diferente que espalha alegria

A aldeia de Ludares, freguesia de Vale Nogueiras, tem por tradição, no domingo antes do carnaval, realizar um leilão e, na noite do mesmo dia, uma peça teatral organizada pelos jovens da localidade.

Aquando desse evento, os membros da associação cultural e recreativa “Jovens Astutos” decidiram participar e encenar um rancho: o Rancho da Tentação.

Após a representação, o retorno do público foi positivo, pois este deplorava o facto de esta iniciativa não continuar. “Nós fizemos o rancho e, depois, as pessoas acharam piada e perguntaram-nos por que é que não seguíamos com esta ideia para a frente. Foi a partir daí que tudo começou. As pessoas gostam cada vez mais, e nós vamos seguir em frente enquanto as pessoas nos quiserem continuar a ver”, contou Lino Correia, atual presidente do rancho.

Desde então, há cerca de um ano, o rancho, constituído por oito pares de bailarinos, mais o coro, ou seja, cerca de 30 pessoas que têm orgulho nas suas origens, tem realizado várias atuações que marcam pela diferença através de “danças que fazem rir” e de letras das músicas com duplo sentido. Distinção que tem como objetivo atrair os jovens para o folclore, uma área que está a cair no esquecimento. “Nós tentámos fazer com que a rima transmita um significado que pareça outro. Por exemplo, quando nós dizemos lona, a forma como nos exprimimos leva a que o público perceba outra coisa. O que chama a atenção dos jovens e os cativa. Desta forma, cativámos e divertimos os jovens mostramos-lhes, ao mesmo tempo, o folclore”, explicou o presidente do rancho, acrescentando que numa das danças, o Maneio, os bailarinos simulam estar bêbados e muito velhinhos.

 

Um traje específico

 

Para além do duplo sentido e das danças, este rancho assume a sua diferença como uma qualidade e, nos seus trajes, que representam as várias profissões existentes na aldeia tais como agricultores, pastores, tecedeiras e padeiros, mistura o antigo com o moderno, através de elementos que relembram a tentação, como a saia levantada de um lado, nas senhoras, e, nos senhores, o cajado que, segundo Lino Correia, tem uma forma diferente.

Para o futuro, o Rancho da Tentação espera manter a união entre todos, desejo que irá realizar ao longo de várias atuações, nomeadamente num festival de folclore em Águas Santas, em Palheiros e em festas da freguesia. Para este grupo, todas estas atuações funcionam como uma forma de contributo para a aldeia de Ludares: “Para além de levar o folclore ao rancho, os dois outros objetivos do rancho consistem em angariar dinheiro, para podermos fazer alguma coisa pela nossa terra, como por exemplo construir um monumento, e levar o nome da nossa aldeia a todos os lados”, concluiu Lino Correia, terminando com um agradecimento ao Rancho de Vale Nogueiras que sempre acolheu estes jovens da melhor forma sem nenhuma rivalidade.

 

Cláudia Richard

Menu