Regia-Douro Park: Parque de Ciência e Tecnologia de Vila Real completa cinco anos

O Regia-Douro Park, inaugurado em maio de 2016, completou cinco anos de existência marcados pela instalação de duas novas empresas nos seus lotes empresariais: Menin Douro Estates e BV Trading – esta última renovou o seu modelo de negócio para corresponder às necessidades do mercado no que diz respeito aos equipamentos de produção individual.

BV Trading é uma empresa familiar, com 80 anos de experiência no comércio de vinhos, todavia, para ir ao encontro das necessidades de diferentes clientes, disponibiliza várias soluções, como produtos de entrada de gama, marcas privadas, exclusivas e premium. Assim, esta empresa, que é “um dos líderes, em Portugal”, em vinhos espumantes e frisantes, em 2020, face ao contexto pandémico, enveredou pelo fabrico de equipamentos de proteção individual para fazer face à necessidade de artigos no mercado nacional, tendo escolhido Vila Real e o Regia-Douro Park como sede da infraestrutura dedicada a estes materiais.

Por sua vez, a Menin Douro Estates, uma empresa oriunda do Porto, que adquiriu, em abril de 2021, os ativos da Horta Osório Wines, investindo cerda de 30 milhões de euros no Douro, optou por criar uma unidade no Regia-Douro Park. A Menin Douro procura, assim, responder à crise provocada pela pandemia de Covid-19, criando novos postos de trabalho na região.

Para Nuno Augusto, responsável do Regia-Douro Park, esta é uma “ótima notícia” que representa uma recuperação após o abrandamento ocorrido no início da pandemia, em 2020. “Houve um abrandamento no primeiro semestre de 2020, devido à Covid-19, mas a retoma tem sido gradual, desde o segundo semestre do mesmo ano passado”, salientou.

O Regia-Douro Park, Parque de Ciência e Tecnologia de Vila Real, foi inaugurado em maio de 2016, com o objetivo de desenvolver o tecido comercial na região. Cinco anos depois, esta missão continua a ser o centro da sua estratégia dado que, segundo Nuno Augusto, Presidente do Regia-Douro Park, “hoje, cada vez mais temos de pensar local e não global”.

As instalações e serviços do Regia-Douro Park dividem-se pela Incubadora e Aceleradora de empresas, pelo Centro de Excelência de Vinho e da Vinha, pelo Douro Business Center e pelos lotes empresariais que, segundo o seu presidente, fornecem “todo um trabalho de apoio à dinâmica” nas diferentes áreas em que este parque se centra, tais como, a área agroalimentar, agroindustrial, enologia, vitivinicultura, economia verde, valorização ambiental, entre outras.

Menu