Reparação da pista do aeródromo municipal de Vila Real já arrancou

Dois anos após o encerramento da pista do Aeródromo Municipal de Vila Real, a Câmara Municipal de Vila Real anunciou que tiveram inicio, hoje, as obras de reparação.

A intervenção, orçada em aproximadamente meio milhão de euros, prevê a abertura de valas transversais para a colocação de drenos de profundidade, para que o percurso de água, até então interrompido, possa atravessar a pista sem a danificar. Após este processo, será pavimentada uma área correspondente a um terço da pista, cerca de 315 metros, recuperando, assim, a consistência necessária para acolher aeronaves de asa fixa.

“Foram necessários estudos profundos à pista, um parecer da ANAC, abrir dois concursos, porque o primeiro deles ficou deserto, mas conseguimos adjudicar estes trabalhos e, se tudo correr bem, no próximo mês e meio, voltaremos a ter a carreira aérea em Vila Real e voltaremos também a ter aviões de asa fixa a poderem manobrar neste espaço”, salientou o presidente da Câmara Municipal de Vila Real, acrescentando que a autarquia solicitou o acompanhamento “de muito perto” por parte da Autoridade Nacional de Aviação Civil (ANAC).

Relativamente à criação do Centro Regional de Proteção Civil, o autarca vila-realense salientou que o município está a aguardar o visto do Tribunal de Contas para efetuar uma intervenção que ronda os dois milhões e meio de euros.

Pandemia reduziu o impacto do encerramento da pista

Aquando do encerramento da pista, em julho de 2019, o autarca de Vila Real lamentou o impacto que isso implicaria, todavia, passados dois anos, referiu que o concelho acabou “por não ser tão prejudicado” quanto chegou a temer, uma vez que a pandemia de Covid-19 reduziu o tráfico aéreo ao mínimo durante algum tempo.

“Foi um imprevisto, foi algo que não tínhamos preparado no nosso orçamento, tivemos que procurar recursos noutras áreas para aplicar nesta infraestrutura, mas vejo com otimismo o que aí vem, sobretudo o conjunto destas duas obras que dão outra dignidade, outra dimensão, outra qualidade a quem procura os serviços aeronáuticos, em Vila Real”, salientou.

A obra deverá estar terminada dentro de um mês e meio, podendo o Aeródromo Municipal de Vila Real acolher, novamente, as aeronaves e regressar à carreira aérea (Bragança – Portimão).

Menu