Rui Santos: “atraso na divulgação dos resultados é incompreensível”

O presidente da Câmara Municipal de Vila Real, Rui Santos, após ter conhecimento de quatro casos no Centro Hospitalar de Trás-os-Montes e Alto Douro (CHTMAD), considerou, neste domingo, “incompreensível” o atraso na divulgação dos resultados do rastreio realizado.

O CHTMAD divulgou, no passado sábado, que foram detetados quatro casos na unidade de Vila Real, entre os quais três profissionais de saúde e um utente. Os casos positivos foram isolados de imediato, os contactos com estes casos foram sinalizados e realizaram-se, em consequência disso, 145 testes a utentes e profissionais do serviço em causa.

“Penso que, após 36 horas, já era expectável termos resultados, uma vez que o Centro Hospitalar tem capacidade para, em três ou quatro horas, fornecer o resultado dos testes realizados”, referiu aos jornalistas.

Segundo o autarca de Vila Real, a demora “é completamente incompreensível” e apela à celeridade no apuramento de mais casos e linhas de contágio, para conter o surto.

O conselho de administração do CHTMAD garantiu “a toda a população e aos profissionais de saúde, que estão asseguradas todas as condições de segurança no centro hospitalar”.

Menu