Sabrosa: lançamento da primeira pedra do “Mercado dos Produtos Durienses”

Aconteceu hoje a Cerimónia de lançamento da primeira pedra do futuro Mercado dos Produtos Durienses com a presença da ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa. O evento decorreu em Paços, no edifício da antiga Escola Primária, futuro Centro de Apoio ao Pedestrianismo, e no local de construção deste pavilhão multidisciplinar. No momento, o presidente da Câmara Municipal de Sabrosa, Domingos Carvas, agradeceu a presença e todo o trabalho que tem vindo a ser realizado pela  ministra da coesão territorial no território duriense e na concretização de projetos como este, afirmando também que este é um projeto “há muito ambicionado e necessário no território sabrosense, que, com esta infraestrutura, se verá dotado de um espaço condigno para a realização de eventos de várias índoles e que servirá para a promoção do nosso território e dos nossos produtos”. No mesmo sentido foi o discurso da ministra da Coesão Territorial, Ana Abrunhosa, que relevou a importância  da concretização destes projetos e do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido localmente.

A construção do “Mercado dos Produtos do Douro” permitirá a realização de eventos de promoção do território, dos seus produtos e de eventos de índole cultural e desportiva. Será um espaço vocacionado para a realização de um Mercado regular de produtos Durienses, abrangendo ainda atividades promocionais, como feiras temáticas, organização de colóquios e/ou eventos que, com estas atividades estejam relacionados, em articulação estreita com todos os agentes e entidades que operam quer no seu concelho, quer em concelhos adjacentes.

Localizado no “antigo campo de futebol de Paços”, junto a uma das entradas da vila de Sabrosa e da Zona Industrial, este pavilhão terá uma área total, aproximada, de 1100 metros quadrados, e será dotado de todas as condições infraestruturais necessárias à boa realização de eventos diversos. Para além do seu caráter multidisciplinar e multiusos, foi ainda considerado dotar este equipamento de uma valência adequada à prática desportiva, permitindo a prática de todas as modalidades desportivas de pavilhão (de interior). Prevê-se uma capacidade na zona de bancada para 200 espectadores sentados.

Este Projeto tem um investimento total de 1.489.659,22 Euros e a conclusão desta obra está prevista para o verão de 2022.

Menu