Secretária de Estado da Valorização do Interior visitou fábrica em Boticas

A Secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, esteve esta quarta-feira, dia 28 de abril, no Concelho de Boticas para visitar as instalações da PROTECNOR, recentemente instalada na Zona Empresarial, no âmbito do projecto de reconversão de atividade da empresa Transrabaçal para a produção de artigos de proteção individual contra a Covid-19.

A vinda de Isabel Ferreira a Boticas foi acompanhada pelo Presidente da Câmara Municipal, Fernando Queiroga, que fez questão de receber a Secretária de Estado junto ao edifício dos Paços do Concelho e acompanhá-la na visita à PROTECNOR, onde decorreu uma breve cerimónia de boas-vindas, presidida pelo responsável da empresa, Avelino Rodrigues.

Na sua intervenção, o Presidente da Câmara de Boticas, Fernando Queiroga, referiu que a instalação da PROTECNOR “é um exemplo de empreendedorismo nestas regiões do Interior do país e uma prova da resistência e resiliência das suas gentes que, num contexto difícil, associado à crise de saúde pública provocada pela pandemia de Covid-19, se souberam readaptar, fazendo face a uma necessidade crescente de materiais de protecção e, simultaneamente, alavancando a economia local e criando postos de trabalho”. A propósito, o Presidente da Câmara lembrou o lema adotado pela CIM Alto Tâmega e que resume a estratégia levada a cabo pelas autarquias na região – Atrair e Fixar – sublinhando que a “a fixação das pessoas nestas regiões depende, em larga medida, da capacidade que tenhamos para atrair investimento e criar empregos”. “Todo o investimento feito na nossa terra é importante, sendo que a autarquia disponibiliza um conjunto de incentivos e apoios dirigidos às empresas que pretendam estabelecer-se e desenvolver os seus negócios no Concelho de Boticas”, acrescentou o autarca, que não terminou a sua intervenção sem antes deixar um apelo à Secretária de Estado, no sentido de que possa interceder para que Boticas e Montalegre, os dois concelhos que constituem a Região do Barroso – Património Agrícola Mundial, sejam contemplados com a ligação à A24, “um anseio antigo das populações e uma necessidade premente para que possamos desenvolver o tecido empresarial destes concelhos e incentivar o investimento”

Por sua vez, a Secretária de Estado da Valorização do Interior, Isabel Ferreira, enalteceu “a iniciativa dos empresários em apostar no interior do país e a acreditarem nas potencialidades deste território para impulsionarem a sua atividade empresarial”, sublinhando ainda que “a coesão territorial passa por garantir iniciativas e meios que permitam o desenvolvimento económico do Interior” e congratulando-se pelo facto do Alto Tâmega, nomeadamente através da CIMAT, “saber aproveitar os recursos disponíveis nos diferentes avisos e linhas de apoio a projectos financiados por fundos comunitários, modernizando as empresas e garantindo-lhes condições de competitividade”.

De seguida realizou-se uma breve visita à fábrica onde os responsáveis explicaram os métodos de produção das máscaras cirúrgicas e comunitárias, bem como do álcool-gel, dando ainda a conhecer os seus projectos para expansão da área de negócios, nomeadamente através da produção de outros equipamentos de protecção individual na área têxtil, como batas e outro fardamento de trabalho indispensáveis a um conjunto vasto de profissões.

Menu