“Ser catequista”: um novo paradigma da catequese

No passado dia 10 de março, concluiu-se as oito semanas, sempre às quartas-feiras, às 21h00, do curso de formação para catequistas formadores a nível nacional, promovido pelo Secretariado Nacional da Educação Cristã, através da plataforma digital Zoom. Num universo de 250 catequistas participantes, 12 pertenciam à nossa diocese.

O “Ser Catequista” veio substituir o antigo curso de iniciação catequética que vigorava há 25 anos e já carecia de um novo modelo, sendo este o primeiro recurso na reformulação da formação para catequistas em Portugal.

O «Ser Catequista» inicia um novo paradigma para a catequese a partir da Carta Pastoral «Catequese: A alegria do encontro com Jesus Cristo», da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) e do Diretório para a Catequese.

“Esta formação altera o paradigma da catequese. Não se pretende ‘ensinar’, mas criar espaço e oportunidade para o encontro pois somente um catequista que tenha feito o encontro com Cristo está em condições de o anunciar aos outros”, sublinhou o presidente da CEECDF, D. António Moiteiro.

No encerramento, D. António Moiteiro agradeceu aos catequistas que concluíram a formação «Ser Catequista», todo trabalho desenvolvido. Ainda fez uma breve referência a todos aqueles que sempre nos acompanharam nesta caminhada, destacando a Dr.ª Cristina Sá.

“Obrigado pelo vosso compromisso, como catequistas formadores de outros catequistas, e obrigado pela vossa perseverança durante estas oito semanas de percurso em que quisemos aprofundar e fazer a experiência do encontro com Cristo”. acrescentou ainda que “Tenho um sonho. Estou convencido de que quando passar esta pandemia vamos poder chegar a todas as paróquias do nosso país e, com a ajuda dos párocos, permitir a mais catequistas fazer a experiência do encontro com Jesus através deste itinerário formativo. Não para serem melhores catequistas, mas para se tornarem melhores cristãos no discipulado”.

Ficou ainda o compromisso de cada secretariado diocesano preparar a Celebração Final na sua diocese, prevista para quando a Pandemia permitir.

Lina Aires, SDEC

Menu