Super Bock Group e ANP|WWF iniciam projeto de restauro no Pedras Salgadas Spa & Nature Park

O Super Bock Group e a ANP|WWF deram hoje início ao restauro ecológico dos terrenos contíguos ao Pedras Salgadas Spa & Nature Park, um projeto que vai expandir o atual espaço arbóreo de 20 hectares do Parque para os 26,3 hectares, tendo por base uma lógica agroflorestal para recuperação dos solos, o aumento da capacidade de retenção de água, e potencial para sequestrar anualmente entre 25 e 69 toneladas de CO2/ano.

Esta parceria que visa a proteção dos recursos hídricos e o restauro ecológico daquela área, insere-se no plano de expansão e requalificação do Pedras Salgadas Spa & Nature Park, detido pelo Super Bock Group e onde a empresa vai investir 2,5 milhões de euros (M€), até 2023. 

O início das intervenções no terreno contíguo ao Parque coincidiu, simbolicamente, com a celebração do Dia da Floresta Autóctone e contou com a presença de mais de 120 alunos do Agrupamento de Escolas de Vila Pouca de Aguiar para uma ação de Educação Ambiental. Entre as atividades desenvolvidas foram plantadas 400 árvores. É o primeiro passo para concretizar o objetivo de plantar aproximadamente 1.800 árvores durante os próximos 2 anos, entre carvalho negral, carvalho alvarinho e carvalho cerquinho, e alguns castanheiros, misturado com algumas resinosas autóctones.

O investimento do Super Bock Group, implementado com o apoio da ANP|WWF, incluirá ainda a criação de um charco para benefício da biodiversidade local, em especial insetos e répteis, e de novas estruturas arbóreas em seu redor para servir de refúgio para as diversas aves que povoam a região.

Este projeto do Super Bock Group para a expansão e requalificação do Pedras Salgadas Spa & Nature Park inclui, ainda, a recuperação de vários imóveis no interior do Parque e a realização de um estudo de arquitetura para criar novos alojamentos em linha com o conceito existente.

No total, e como anunciado no passado mês de julho numa cerimónia que contou com a participação do Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, o Super Bock Group vai investir 30 M€ na região de Trás-os-Montes até 2026.  A empresa vai alocar 27,5 M€ na modernização do Centro de Produção de Pedras Salgadas, considerando o plano estratégico de desenvolvimento de negócio no mercado interno e na exportação da água das Pedras, que celebra os 150 anos em 2021, e cuja presença se estende atualmente desde a Europa à Ásia, passando por África e América Latina.

Para Graça Borges, Diretora de Comunicação, Relações Institucionais e Sustentabilidade do Super Bock Group, “esta parceria está completamente em linha com a estratégia de Sustentabilidade do Grupo, a qual obedece a um plano que tem como visão “Devolver à natureza mais do que recebemos”. A proteção dos recursos hídricos é hoje mais essencial do que nunca e o próprio restauro ecológico do Pedras Salgadas Spa & Nature Park tem para nós uma enorme importância. As características deste Parque natural e o facto de ser um inigualável património nacional fazem com que tenhamos de ter uma responsabilidade acrescida em cuidar e proteger esta área.”

Rui Barreira, Coordenador das áreas de Floresta, Alimentação e Vida Selvagem na ANP|WWF, explica o impacto da parceria: “Quando se efetuam projetos de restauro florestal, estamos não só a reverter a degradação da paisagem e a melhorar a saúde dos ecossistemas, como também a recuperar a água perdida na região. A floresta desempenha um papel direto na recuperação e absorção da água da chuva no solo. Por sua vez, com solos mais húmidos, reduzimos a erosão e a escorrência e melhoramos a qualidade da água na região. Assim, os benefícios deste tipo de projetos estendem-se não só à natureza como às comunidades locais.”

Menu