Temporal provocou estragos em viaturas de stands na Zona Industrial de Vila Real

A queda de granizo se fez sentir com grande intensidade, na tarde de ontem, em Vila Real, não causou apenas estragos em explorações agrícolas do concelho. O temporal deixou um rasto de danos irreparáveis em vários setores da economia, incluindo na venda de automóveis.

O mau tempo, que assolou a região, causou estragos avultados em viaturas que estavam em exposição, na Zona Industrial de Vila Real. Os proprietários de stands de veículos automóveis queixam-se de prejuízos de “dezenas de milhares de euros” em viaturas que estavam no exterior, completamente à mercê das condições climatéricas.

Vítor Santos, do Excellence CARS, situado na Rua da Promaça, em Constantim, referiu ter “vários vidros de carros partidos” e a lona de um descapotável rasgada. O empresário do ramo automóvel afirmou ter prejuízos que rondam os 70 mil euros.

Nuno Pereira, do NP Motors, stand de vendas de automóveis, próximo da Zona Industrial, descreveu um cenário de “autêntica desgraça” com “todos os carros estragados”, sendo várias as partes dos automóveis danificadas, principalmente vidros, chapas e pintura.

Os empresários vila-realenses reclamam, agora, o apoio e uma maior atenção por parte do Governo, num setor que “contribui de forma significativa para o Orçamento do Estado”. Os proprietários aguardam, por isso, uma compensação pelas consequências do mau tempo.

Manuel Almeida

Menu