Ciclo de Teatro Vicentino para as Escolas chega a Lamego

Geral

No âmbito do programa experimental CEDITES – Centro de Divulgação de Teatro para as Escolas, a Filandorra – Teatro do Nordeste arranca na próxima segunda-feira em Lamego com a terceira semana da iniciativa Ciclo de Teatro Vicentino, com a representação para as escolas dos textos vicentinos Auto da Barca do Inferno e Farsa de Inês Pereira.

Depois de Vila Real e Chaves, o Teatro Ribeiro Conceição de Lamego torna-se o pólo de divulgação de teatro para as escolas da região duriense, numa parceria com o Município de Lamego com o intuito de garantir aos alunos o acesso a textos que integram o programa curricular da disciplina de Português, facilitando a sua compreensão e configurando uma ferramenta essencial para os professores no ensino do teatro, em particular dos textos vicentinos. Esta parceria entre a Filandorra e o Município tem como objetivo elevar o Teatro Ribeiro Conceição como centro dinamizador e promotor do Teatro junto da população escolar da região do Douro Sul, abrangendo as Escolas de concelhos limítrofes como Armamar, Tabuaço, São João da Pesqueira, Moimenta da Beira, Resende, Tarouca, entre outros, a partir da implementação de novas dinâmicas de programação pelo TRC.

Assim, e no dia 05 de Fevereiro, o Auto da Barca do Inferno sobe ao palco do Teatro Ribeiro Conceição, com sessões agendadas para as 10h30 e 14h30 para os alunos que frequentam o 9º ano de escolaridade. Por sua vez e para os alunos que frequentam o 10º ano, a Farsa de Inês Pereira é apresentada no dia 06, terça-feira, com sessões agendadas para as 10h30 e 14h30.

Ainda no âmbito da iniciativa Ciclo de Teatro Vicentino para as Escolas, a Filandorra vai estar com a Farsa de Inês Pereira no Auditório Adelina Campos em Vila Flor no dia 07, e no Cineteatro de Sátão no dia 08 com Auto da Barca do Inferno.

Ambos os espetáculos têm a encenação de David Carvalho, que lhes conferiu um sentido pós-moderno mas respeitando fielmente o texto original. A galeria de personagens vicentinas é atualizada no espaço e no tempo modernos, viajando ao som de ícones musicais da atualidade e desfilando sob guarda-roupa vistosamente contemporâneo. Os espetáculos contam com as interpretações de Bibiana Mota, Sofia Duarte, Helena Vital, Anita Pizarro, Débora Ribeiro, Gonçalo Fernandes e Silvano Magalhães, e a colaboração de alunos do Curso de Teatro e Artes Performativas da UTAD a realizar estágio profissional na Filandorra, Pedro Teixeira, Eduarda Alves, Carolina Teixeira e Rui Moura.

Menu