Testes à COVID-19: PSD de Vila Real exige igual tratamento para lares da região


Ontem, Fernando Queiroga, presidente da Distrital do PSD de Vila Real, divulgou uma nota à imprensa na qual lamenta o facto de a campanha de testes à COVID-19 nos lares, ainda não ter chegado à região norte do país. Uma situação que, segundo o mesmo, “exemplifica a forma como a região norte e em particular os concelho do Interior do País são sistematicamente discriminados e colocados numa segunda linha de atenção”. Um facto que, para Fernando Queiroga, é grave, uma vez que a região norte é a que regista um número mais elevado de pessoas infectadas e “onde, naturalmente, o risco de contágio é maior”.

De recordar que esta campanha teve início no passado dia 30 de março nos concelhos de Lisboa, Aveiro, Évora e Guarda e que, nessa altura, o Primeiro Ministro, António Costa, anunciara que a 6 de abril a medida chegaria a todo o território. “Ultrapassada a data anunciada o certo é que os testes à COVID-19 nos Lares de Idosos (a utentes e funcionários) ainda não chegaram à região norte”, frisou Fernando Queiroga.

Segundo o mesmo, os profissionais que trabalham nos lares estão a atingir um ponto de ruptura e saturação. Uma situação agudizada pelo sentimento de falta de proteção e pela sensação de esquecimento. “Se não fosse o trabalho incansável dos Municípios, que têm procurado garantir o fornecimento de equipamentos de proteção individual aos profissionais e utentes dos lares, substituindo as obrigações do Estado, a quem cabe zelar pela segurança e bem-estar dos seus cidadãos, o cenário seria hoje apocalíptico”, declarou Fernando Queiroga, acrescentando que urge “de uma vez por todas, fazer com que a coesão territorial deixe de ser apenas um conjunto de palavras bonitas e que princípios como a igualdade de direitos entre territórios não sirvam apenas para encher e embelezar discursos políticos”.

“Não podemos aceitar que os nossos recursos sejam sempre e em primeiro lugar canalizados para a Capital, enquanto o resto do país continua a ser apenas paisagem. Exigimos igual tratamento. É nos momentos mais difíceis que devemos estar mais unidos. Merecemos o mesmo respeito!”, concluiu o presidente da Distrital do PSD de Vila Real.

Menu