Tribunal Judicial de Vila Real assinala dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres

Hoje, o Tribunal Judicial da Comarca de Vila Real associou-se ao dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, organizando um colóquio relativo a essa temática para que seja abordada abertamente com as diferentes entidades convidadas. 

“O que se pretende fazer aqui hoje é congregar várias entidades de sociedade civil, temos cá os órgãos de polícia criminal, as entidades da segurança social, a entidade da valência social dos municípios, entre outros”, salientou a Juiz Presidente da Comarca de Vila Real Maria Néri de Oliveira, realçando que o primeiro passo no combate à violência é através da educação e da formação.

Para a Juiz Presidente, a discussão desta temática “é essencial”, dado que é transversal a nível internacional, nacional e em termos de classes sociais e económicas. “É fundamental falar do problema, dizer expressa e abertamente que o problema existe, que tem uma dimensão enorme e que mesmo a dimensão que conhecemos, com o número de denúncias, é sempre uma ponta do icebergue”, acrescentou, recordando que “a violência contra a mulher é um entrave à própria igualdade, à paz e à vivência da comunidade porque a mulher é um ser humano que tem iguais direitos que qualquer outro”.

Relativamente aos números elevados no âmbito deste tipo de criminalidade, Maria Néri de Oliveira frisou que não tem aumentando e que é necessário ter em atenção o facto de, muitas vezes, uma maior divulgação não significar necessariamente uma maior prática. “Há seguramente uma prática excessiva e o desejável era que não existisse sequer a prática”, disse.

Recorde-se que esta sessão, que decorrerá ao longo do dia, é a primeira intervenção pública organizada, neste mandato, pelo tribunal. “É um misto de muito orgulho ter acontecido nesta data a que nos associamos”, concluiu a Juiz presidente. 

CR

Menu