UTAD associa-se à homenagem a Teolinda Gersão

O Departamento de Letras, Artes e Comunicação (DLAC) da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) vai realizar três iniciativas que pretendem assinalar os 40 anos de escrita literária da escritora portuguesa Teolinda Gersão.

Os eventos do DLAC enquadram-se num ciclo de iniciativas em rede que resultam da cooperação de diversas universidades europeias e de universidades de países de língua portuguesa “numa polifonia sinalizadora da diversidade perspética que a obra da Autora estimula”.

Para assinalar as efemérides, o DLAC, com o apoio do Centro de Estudos em Letras, ambos da UTAD, têm previstas três atividades, nomeadamente:

28 de maio: Luísa Castro Soares, Natália Amarante, Luís Oliveira, Sónia Coelho e Susana Fontes, docentes da comissão organizadora, levam o conto “A Velha” à Escola EB1 N.º 2 de Vila Real. Pretende-se dar a conhecer a autora através de uma leitura dramatizada do conto e estimular a participação num concurso de escrita criativa.

9 de junho: no Teatro de Vila Real, às 20h30, Luís Oliveira, em conjunto com os alunos do 3.º ano de Teatro e Artes Performativas da UTAD, levará a cena a adaptação do texto “Os Anjos” de Teolinda Gersão.  Neste evento, será entregue o prémio ao vencedor do concurso de escrita, lançado na Escola EB1 N.º2. Esta iniciativa é gratuita e aberta ao público.

O programa de comemorações da UTAD termina com o Colóquio Internacional ‘Teolinda Gersão: um percurso ideológico e literário’, no dia 16 de junho, em formato digital, que conta com a participação da escritora. Esta iniciativa é de participação livre e gratuita através do link: https://videoconf-colibri.zoom.us/j/89754139397.

Teolinda Gersão nasceu em Coimbra, estudou Germanística, Romanística e Anglística nas Universidades de Coimbra, Tübingen e Berlim, foi Leitora de Português na Universidade Técnica de Berlim, assistente na Faculdade de Letras de Lisboa e, depois de provas académicas, professora catedrática da Universidade Nova de Lisboa, onde ensinou Literatura Alemã e Literatura Comparada.  Além da permanência de três anos na Alemanha, viveu dois anos em São Paulo, Brasil, e teve uma passagem por Moçambique. É autora de 19 obras e está traduzida em 20 países.

Menu