UTAD integra pela primeira vez dois Laboratórios Associados

Os resultados foram divulgados a 24 de fevereiro pela FCT

A Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) divulgou na página oficial os resultados do Concurso para Atribuição de Estatuto de Laboratório Associado. A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) integra dois entre os 40 Laboratórios Associados aprovados a nível nacional.

“Trata-se de um resultado histórico, sobretudo numa Instituição de Ensino Superior do interior, o que confirma o considerável aumento na produção científica da instituição, confirmando novas centralidades em Vila Real, Braga, Évora e Bragança, além do reforço dos principais centros urbanos”, referiu Fontainhas Fernandes, reitor da UTAD.

Um dos laboratórios é o Inov4Agro, consórcio constituído por duas unidades de I&D, liderado pelo CITAB – Centro de Investigação e Tecnologias Agroambientais e Biológicas e o GreenUPorto – Centro de Investigação em Produção Agroalimentar Sustentável, e pretende “apoiar a transição do setor agrícola para a sustentabilidade”. O diretor deste Laboratório é o docente e investigador Eduardo Rosa, que explicou que o Inov4Agro “irá utilizar uma abordagem multilayer para promover a agricultura inteligente e de conservação – em particular no setor da horticultura – fomentar a adaptação às mudanças climáticas, aumentar a atratividade dos territórios de baixa densidade e otimizar os recursos endógenos”.

Este Laboratório está estruturado em quatro Linhas Temáticas: 1) Eficiência no uso de recursos e qualidade dos produtos produzidos; 2) Recursos hídricos, saúde dos solos e alimentação; 3) Alavancar os sistemas de produção alimentares locais; e 4) Desenvolvimento tecnológico e inovação.  Para cada uma das Linhas Temáticas foi definido um conjunto de ações. Este Laboratório Associado é apoiado por um financiamento de cerca de 650 mil euros, até 2025.

O outro Laboratório Associado é o AL4AnimalS, que junta três Centros portugueses de I&D, exclusivamente dedicados à Ciência Animal e Veterinária, o CIISA- Centro de Investigação Interdisciplinar em Sanidade Animal, que lidera este laboratório, o CECA- Centro de Estudos de Ciência Animal e o CECAV/UTAD – Centro de Ciência Animal e Veterinária. O diretor do Laboratório será Luís Costa, da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa e, na UTAD, a responsável será a docente e investigadora Cristina Miranda Guedes. Os principais objetivos do AL4AnimalS, passam por desenvolver ciência e conhecimento focado na necessidade de alimentar uma população humana em constante crescimento com produtos animais seguros e nutritivos, o controlo de doenças emergentes e zoonoses, que têm um impacto devastador na saúde pública e, encontrar novas soluções terapêuticas para doenças humanas usando os animais como modelo.

Este laboratório, que irá abordar três linhas temáticas, nomeadamente Produção animal verde, Doenças e Zoonoses Emergentes e Medicina Comparada e Translacional e Biotecnologia, tem um financiamento de mais de 1.100 mil euros, ate 2025.

Menu