UTAD: João Santos é um dos investigadores mais influentes do mundo em alterações climáticas

A Reuters, a maior agência internacional de notícias do mundo, com sede em Londres, elaborou um ranking com os mil cientistas climáticos “mais proeminentes do mundo”. Nesta lista constam seis portugueses e João Santos, investigador do CITAB da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) ocupa a 4ª posição, entre estes.

Segundo a Reuters, esta “Hot List” reúne três rankings: dimensão (trabalhos/ensaios publicados sobre o tema), rácio de citação (as vezes em que são citados por outros cientistas) e atenção (alcance junto da opinião pública, através de menções na imprensa, redes sociais).

Nesta Lista, o primeiro cientista português é da Universidade de Évora e ocupa a 57ª posição, seguido de dois investigadores da Universidade de Lisboa, em 441 e 671 lugares e, em quarto, surge João Andrade Santos, na 887ª posição. Os dois outros investigadores são das universidades de Coimbra e Aveiro nas 929 e 976 posições, respetivamente.

João Santos é Coordenador da Tarefa 1.1 do CITAB –  Integrated monitoring of climate and environmental impacts e vê agora o seu nome incluído nesta lista, “reconhecimento do trabalho de mais de 25 anos dedicados ao estudo do impacto do clima nos ecossistemas agroflorestais”. A título de exemplo, o trabalho Performance of seasonal forecasts of Douro and Port wine production é um dos seus artigos com maior relevância, publicado em 2020, em coautoria com investigadores do Joint  Research Centre (Comissão Europeia) e do Barcelona Supercomputing Centre.  

Menu