Valpaços: três centenas de idosos regressaram às atividades para combater isolamento

Cerca de três centenas de idosos do concelho de Valpaços voltaram a encontrar-se e a conviver, pelo menos, uma vez, a cada duas semanas, em grupos de aproximadamente 15 pessoas.

A máscara, o gel desinfetante e o distanciamento físico fazem agora parte da rotina, mas também deixaram de ser tantos os idosos a deslocar-se para outras localidades, sendo a equipa da autarquia afeta ao Projecto Afectos que se desloca.

Em vez dos seis núcleos habituais onde existiam as duas atividades semanais que cada um tinha acesso, de momento a equipa da autarquia desloca-se a 17 localidades distintas, todos os dias, no período da manhã e da tarde.

Assim, no total o Projecto Afectos abrange, atualmente, 49 localidades, uma vez que alguns idosos são deslocados para se juntarem a outros, de forma a conseguir que cada um tenha acesso às atividades de 15 em 15 dias.

Neste programa da alçada da autarquia, é imprescindível a colaboração dos presidentes de junta de freguesia para o apoio logístico, como a cedência de espaços, o acesso a cadeiras e instalações sanitárias.

Têm sido privilegiadas as atividades ao ar livre com atividade física moderada e outras dinâmicas, com exigência moderada devido ao facto de os idosos estarem há já muito tempo sem atividades.

Durante o contacto com os idosos, nas respetivas atividades, está a ser aplicado um inquérito por questionário aos idosos, para avaliar o impacto da pandemia no seu dia-a-dia (saúde, sono, alimentação, bem estar emocional e físico), de modo a haver intervenção dos serviços da autarquia sempre que necessário.

O regresso do Projecto Afectos ao terreno surge da necessidade sentida pelos idosos, que devido à situação causada pela pandemia, longe da sua rotina e afastados da família e amigos, sofriam com o isolamento e esperavam com expectativa o regresso às atividades.  

Menu