“Vigilante digital” para auxiliar idosos de São João da Pesqueira, Murça e Tabuaço

São 60 as habitações onde está a ser instalado o Sistema Dótima, um conjunto de equipamentos que permitem aferir se algum incidente acontece. Garantir a segurança dos mais velhos e promover a sua autonomia são objetivos do projeto Idoso (@) Ativo (@), que esta sexta-feira é analisado em São João da Pesqueira.

Trata-se de um projeto pioneiro que pretende garantir a segurança de uma faixa da população mais frágil, os idosos que vivem sozinhos e isolados. O Idoso (@) Ativo (@), que conta com um investimento de 176 mil euros, vai chegar a 60 idosos dos municípios de São João da Pesqueira, Murça e Tabuaço.

Em cada habitação serão colocados os dispositivos que integram o Sistema Dótima, desenvolvido pela Dótima Technologies. Estes dispositivos permitem monitorizar os movimentos do idoso e, como tal, detetar quando existe algo que fuja à rotina. Nestas situações, o sistema lança alertas, que chegam via sms aos familiares ou aos técnicos do município para que possam chegar até ao idoso e perceber se precisa de auxílio.

Numa região com uma população muito envelhecida, este projeto pode ser uma ferramenta decisiva para a segurança dos mais velhos, sobretudo para aqueles que vivem em aldeias isoladas, sem meios de apoio imediatos. Em simultâneo, vai ajudar a promover a autonomia dos idosos, ao permitir-lhes continuar no seu espaço, assegurando que são ajudados em caso de queda, acidente ou de assaltos, por exemplo.

Criar uma rede de suporte é também objetivo do projeto, que quer integrar os familiares mais diretos, os municípios, as IPSS, as redes de voluntários locais, os parceiros sociais e as forças de segurança. Além dos Municípios de Murça, São João da Pesqueira e Tabuaço, o Idoso (@) Ativo (@) é também promovido pelos Centros Sociais e Paroquiais de Trevões e Castanheiro do Sul.

O projeto é analisado esta sexta-feira, dia 20, pelas 14h30, no Auditório da Biblioteca Municipal de São João da Pesqueira.

Menu