Vila Real: Assembleia Municipal aprovou 13 contratos-programa por unanimidade

A primeira Assembleia Municipal de Vila Real de 2021 foi marcada pela aprovação por unanimidade de 13 contratos-programa com as Juntas de Freguesia de Vila Real. Um número que, segundo Rodrigo Sá, deputado da bancada do Partido Socialista (PS), significa “que as juntas de freguesia são a parte do poder local mais próxima das pessoas e são as mais eficazes e eficientes a gerir os dinheiros públicos”. “Tal como o Estado Central tem delegado competências nas autarquias, estas também têm de delegar competências e responsabilidades nas Juntas de Freguesia, dado que  a atribuição de verbas para a execução destas competências de pequenas obras e pequenos projetos é fundamental”, realçou Rodrigo Sá, sublinhando que aumentar as transferências para as Juntas de Freguesia foi uma promessa eleitoral do atual Executivo Municipal.

Para António Carvalho, vereador do PSD, a aprovação destes contratos programa simbolizam que a Câmara Municipal “tem trabalhado bem”, uma vez que estas transferências são “uma mais-valia” que faz com que as freguesias “tenham outra vitalidade”.

No total, as freguesias beneficiadas com os contratos-programa foram: Torgueda,  União de Freguesias (UF) de Mouçós e Lamares, UF de Constantim e Vale Nogueiras, Campeã, Arroios, Abaças, Guiães, Torgueda, Parada de Cunhos, Andrães, UF de Nogueira e Ermida e, por fim, Lordelo.

Menu